Omega Energia agora é Serena. 15 anos de história, agora em uma nova jornada. Saiba Mais

Home / Blog /

Carnaval sustentável: é possível descarbonizá-lo?

Carnaval sustentável: é possível descarbonizá-lo?

 É possível criar um Carnaval sustentável?
É possível criar um Carnaval sustentável?

O Carnaval é uma das festas mais populares do Brasil, se não, a maior. Estima-se que o Carnaval 2023 vá movimentar R$ 8,1 bilhões, de acordo com a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC). Pensando em um evento com essa dimensão e magnitude, é possível realizar um Carnaval sustentável?

O entra e sai em aeroportos e rodoviárias, os passeios turísticos e as mega estruturas montadas para receber os grandes nomes da música brasileira influenciam diretamente a economia e o turismo do país nesta época do ano.  

Ao mesmo tempo, os debates em torno de eventos sustentáveis e a preocupação com o meio ambiente têm sido cada vez mais frequentes, fomentando a prevenção e o combate às questões climáticas. Neste cenário, a neutralização dos Gases Efeito Estufa (GEE) surge como uma forma de compensação dentro de grandes festas como o Carnaval.

O que é descarbonização? 

Os Gases Efeito Estufa (GEE) são um conjunto de gases que contribuem negativamente para as mudanças climáticas no planeta, provocando o aumento da temperatura da Terra, sendo seu principal componente o dióxido de carbono (CO₂).  

A descarbonização é justamente o processo de redução e compensação das emissões destes gases na atmosfera, de forma a contingenciar os seus impactos.

Dicas para descarbonizar sua empresa

A descarbonização foi uma das pautas principais da 27ª Conferência da ONU sobre Mudanças Climáticas (COP 27). Diversos países de todo o mundo têm investido em fontes renováveis de energia para desencadear a transição energética e diminuir os efeitos do GEE, cumprindo também com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).  

É muito importante envidar esforços na utilização de fontes e tecnologias que reduzam as emissões de carbono. Todavia, a compensação existe como uma alternativa para as emissões que não possam ser reduzidas.  

Neste contexto, a utilização de Certificados de Energia Renovável (RECs – Renewble Energy Certificates) é um dos meios para auxiliar as empresas na transição para uma economia de baixo carbono. Com a compra destes certificados garante-se que a energia consumida seja de fonte renovável, compensando as emissões de Escopo 2.  

Além dos Certificados de Energia Renovável, há a possibilidade de optar pela compra de Créditos de Carbono.  

Como as marcas têm contribuído para eventos sustentáveis?

A Serena Energia vai além na busca por um Carnaval sustentável. Este ano, todo o combustível usado nos trios elétricos, Pipoca da Ivete e Bloco Coruja, e nos carros de apoio da Ivete Sangalo serão neutralizados. Em novembro do último ano, também em parceria com a cantora, a Serena Energia neutralizou a emissão de 30 toneladas de GEE relativos ao consumo de combustível do Festival Eletriza, que recebeu mais de 10 mil pessoas.  

Outro evento com iniciativa similar foi o Festival Turá, que em parceria com a Hering compensou o dobro de emissões de carbono que foram produzidas durante o evento.  

Pensar a longo prazo e alinhar os propósitos da sua empresa dentro da agenda de sustentabilidade possibilita a tomada de decisões mais conscientes e seguras. Reduzir ou compensar as emissões de carbono dentro de grandes festas como o Carnaval é um passo importante para que cada vez mais eventos tenham seu impacto climático reduzido.  

Quer saber como a sua empresa pode descarbonizar o seu consumo de energia? Acesse a plataforma da Serena Energia e faça parte dessa rede de prosperidade!

Veja também:

Últimos posts

Receba as  novidades da  Serena e do mercado de   energia!

Assine nossa newsletter